A casa macho do meu amor

O meu amor é macho
Tão macho que a casa também é.

É uma casa reflexo daquelas mãos, do jeito de andar
De falar. E do corpo. Quente e pesado.

Os enfeites são fotografias. No banheiro falta pia.
E no lugar das florzinhas… uns gelos!
Na sala, uma mesa do tamanho da vontade que ele tem
Quando me olha quase dizendo que me quer nua.

É uma casa construída por namoradas. Passadas.
Não o que elas quiseram, só o que deixaram.
Não quero deixar nada na casa do meu amor.
Quero só ficar. E misturar
Com o que tenho de fêmea pra dar.

2 comentários em “A casa macho do meu amor

Comente aqui