Pétala

Tira tuas amarras todas, Pétala morena,
Pele que é veludo. Tira a roupa!
Que o corpo é uma bênção,
É de novo tentar. Ser.

Se joga, que me jogo
Contigo no mundo.
(O que é viver).

Caminhar
Entre arbustos coloridos de amarelos
E nos elos das correntes encontradas
Conhecer as rodas das nossas cabeças.

As rosas, Pétala, são os armários
Da tua beleza que nem conto.
Ah, deusa dourada! Só te vendo.

Só te vendo, Pétala
É assim que eu ando.

Comente aqui